Preço de loteria brasileira subirá

Preços de loteria sobem no BrasilNo próximo ano, o público pode esperar pagar um pouco mais se quiser apostar nos jogos de loteria nacional do Brasil. A Secretaria de Avaliação de Políticas Públicas, Planejamento, Energia e Loteria do Ministério da Economia (SECAP) aprovou os aumentos propostos de preço pela Caixa Econômica Federal (CAIXA). Os novos preços entrarão em vigor no começo de 2020.

O banco nacional do brasil, CAIXA, atualmente é o dono e operador do programa de loteria nacional. Os aumentos propostos a diversos jogos de raspadinhas é uma jogada para tentar preparar a indústria para o que está para acontecer quando a loteria se tornar privatizada em algum momento em 2020.

Preços não incluídos desde 2015

Já era tempo dos preços subirem para diversos jogos de acordo com uma declaração feita pela SECAP. Eles declararam que a última vez que os preços subiram foi em maio de 2015, significando que os preços atuais não refletem a inflação normal econômica. Os novos preços também ajudarão a CAIXA a melhor lidar com as grandes mudanças ocorrendo na indústria no Brasil, pois o mercado está prestes a se tornar competitivo pela primeira vez desde que a loteria nacional foi criada.

Os novos preços começarão em R$ 1,50 para produtos de nível de entrada: Lotogol e Loteca. Eles variarão depois para R$ 4,50 para produtos de ponta como Mega-Sena. A CAIXA e a SECAP esperam continuar vendo receita alta vindo desde produto de ponta. No segundo trimestre de 2019, a Mega-Sena mais do que dobrou a sua receita em relação ao mesmo período em 2018. Em geral, a loteria viu um aumento de 52,6 por cento para o segundo trimestre quando comparado ao último ano.

Grandes mudanças ao mercado brasileiro

O Brasil atualmente está passando por grandes mudanças em seu mercado de apostas e está se tornando uma região regulamentada pela primeira vez em sua história. O país começou os procedimentos ao privatizar as operações de loteria, concedendo o contrato para uma joint venture entre a Scientific Games e a International Game Technology. O contrato é para quinze anos e está definido para terminar até 16 de abril de 2020.

A próxima seção da indústria de apostas que o Brasil está buscando regulamentar são apostas esportivas com odds fixas. A SECAP recentemente esboçou uma primeira lei para os novos regulamentos no mercado. Ela atualmente está aberta para comentários públicos e esta é a última chance de registrar consultas ou reclamações antes que a SECAP oficialize as leis.

Postado por Joel Howell
2019-11-07