Fórmula 1 começará a permitir apostas em tempo real

Fórmula 1 começará a permitir apostas em tempo realConhecida por ser a principal competição de automobilismo do mundo, a Fórmula 1 (F1), em parceria com a Sportradar e o Interregional Sports Group (ISG), acaba de anunciar um novo plano de oferta de dados destinado a realização de apostas esportivas ao vivo durante as corridas da categoria.

Através dessa parceria, a Sportradar e o ISG poderão oferecer um conjunto completo e extenso de dados, tanto antes das corridas, como também em tempo real, o que finalmente irá possibilitar que essa categoria entre de vez para a indústria das apostas online, um mercado que tem obtido um crescimento substancial nos últimos anos. Até o momento, estavam disponíveis somente as apostas feitas antes das corridas, as quais incluíam a escolha do vencedor, quem entraria no pódio, os dez melhores colocados, entre outras.

Para colocar esse acordo em prática, o time de Apostas em Tempo Real (Live Odds) da Sportradar fez uso de estatísticas históricas e inéditas cedidas pela Fórmula 1, com o intuito de estabelecer os modelos de apostas adotados ao vivo. Estes irão ser disponibilizados logo antes do Grande Prêmio da Austrália de 2020.

Como irão funcionar as apostas

A partir das estatísticas inéditas obtidas diretamente com a F1, a Sportradar irá oferecer vários tipos de apostas no dia das qualificações e durante a realização das corridas. Além disso, a empresa, que é uma das maiores do mundo em soluções de dados, também irá trabalhar continuamente para garantir que todos os resultados da modalidade sejam justos, sem que haja o risco de haver possíveis fraudes e manipulações.

De acordo com o diretor executivo do ISG Group, Tony Ragan, a Fórmula 1 apresenta um excelente potencial para as apostas ao vivo, pois a modalidade conta com uma base sólida e fiel de fãs ao redor do mundo, além de uma audiência substancial, que a coloca entre as competições esportivas mais assistidas da atualidade. O objetivo é de que, aos poucos, os modelos de apostas possam se tornar cada vez mais específicos e variados, ao ponto dos fãs poderem apostar inclusive em que momento acontecerá a volta mais rápida de uma prova.

O diretor executivo acredita que as surpresas e reviravoltas da Fórmula 1 serão o motor para que as apostas se tornem ainda mais interessantes. No GP da França, por exemplo, o piloto Sebastian Vettel, conquistou a volta mais rápida da corrida somente nos segundos finais de prova, o que ressalta a questão da imprevisibilidade dessa categoria.

Já para o diretor de parcerias esportivas da Sportradar, David Lampitt, essa será uma oportunidade única de explorar o potencial até então adormecido da F1 no mercado de apostas. Parte do público sequer tem ideia, mas a Fórmula 1 é uma das modalidades mais ricas do mundo e ainda conta com uma das maiores bases de dados e estatísticas esportivas, o cenário ideal para criar uma oferta de apostas atraente e bem-sucedida.

Os números da Fórmula 1

Nos últimos 70 anos, desde que começou a ser disputada, a Fórmula 1 já ultrapassou a marca de mil corridas, acumulando diversos recordes e se estabelecendo como um dos esportes mais lucrativos que existem. Completamente cosmopolita, o torneio também se destacou desde o início por ter pilotos dos quatro cantos do mundo, o que contribuiu para a sua alta estima internacional. Em termos de comparação, o Mundial de F1 fatura mais alto até mesmo do que a Copa do Mundo FIFA, apesar da ampla popularidade do futebol e de seu status como o esporte mais praticado do planeta.

Segundo informações divulgadas pela Revista Forbes, entre os anos de 1999 e 2015, o Mundial de F1 acumulou uma receita de pouco mais de US$ 16 bilhões, enquanto a Copa do Mundo FIFA conseguiu cerca de US$ 14,5 bilhões. Em entrevista à publicação, o então diretor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, creditou o sucesso da categoria ao seu forte apelo comercial e a exclusividade da marca. Ele também citou que, enquanto centenas de jogos de futebol são disputados a cada final de semana, na F1 existem cerca de 20 circuitos por ano, o que atrai uma grande cobertura midiática e, consequentemente, o interesse de grandes patrocinadores.

Esse é inclusive um fator que pode ser benéfico para as apostas ao vivo na modalidade. Como o número de corridas ao ano é limitado, isso pode servir como um estímulo para que os fãs apostem com regularidade na F1. Seja como for, os números sem dúvidas são positivos e demonstram que a nova empreitada da categoria no mercado de apostas pode render bons frutos.

Postado por Joel Howell
2019-08-07