Órgão regulador colombiano emite 16a licença para apostas

Coljeugos concede outra licença para apostasAo passo que a Colômbia tem dificuldades para gerenciar seu setor de cassinos e apostas físicas, a Coljuegos, órgão regulador local de apostas, acaba de emitir sua 16ª licença para cassinos on-line.

A mais nova operadora de cassinos a se juntar ao setor regulamentado é a Servicios Distrired SAS. A empresa faz parte de um grupo situado em Medellín e atua há 15 anos. A Servicios Distrired tem fornecido produtos ao tradicional mercado colombiano e agora oferecerá apostas esportivas em sua plataforma Megapuesta.co. No momento, uma pesquisa pelo site leva a uma página em manutenção. Mas a empresa recebeu uma licença de 5 anos.

Juan Pérez Hidalgo, presidente da Coljuegos, expressou sua aprovação da última licença concedida, já que o setor, em apenas nove meses, contribuiu com quase 7,4 milhões de dólares para o governo. Os fundos foram destinados a cobrir serviços de saúde de 29 mil cidadãos.

Com mais de 1,5 milhão de usuários registrados até o fim de setembro, espera-se que esse valor aumente significativamente. O órgão regulador também alertou às operadoras sem licença que elas enfrentarão altas multas e possíveis prisões caso tentem fazer negócios ilícitos com clientes colombianos.

Órgão regulador trabalha para quantificar o setor de máquinas de apostas eletrônicas

A Colômbia foi o primeiro estado soberano a aprovar leis para apostas on-line. A legislação entrou em vigor em 2016 e, em 2017, a primeira licença para apostas foi emitida. Espera-se que a Coljuegos emita pelo menos 18 licenças antes do fim do ano.

Enquanto isso, o governo tem concentrado seus esforços na quantificação de máquinas de apostas eletrônicas no país. Até o momento, registrou-se 82 mil caça-níqueis, que, segundo o órgão, representam 97% do mercado de máquinas de apostas eletrônicas.

Cada máquina foi marcada com um código QR que permite aos apostadores verificar se elas estão devidamente registradas.

Queixas sobre apostas esportivas

Embora esteja recebendo um bom aumento na receita, a Coljeugos está sofrendo fortes críticas de certas ligas esportivas. A divisão de futebol profissional da Colômbia registrou uma queixa contra o órgão regulador porque não está recebendo uma fatia da receita da organização.

Pode-se presumir que essa reação se deve ao fato de que a NFL está usando o setor de apostas esportivas para encher seus cofres, e a liga de futebol local quer fazer o mesmo. Só o tempo dirá qual será o resultado, mas, por enquanto, eles continuam a avançar no mercado e a desenvolver a indústria de apostas de maneira organizada.

Source:

https://calvinayre.com

Postado por Joel Howell
2018-10-19